Internamento versão residencial: desde 1250€/mês

Tipos de consultas

  • Consulta de especialidade

    Consulta de especialidade em psiquiatriapsicologiapedopsiquiatrianeurologiamedicina familiar e nutricionismo.

  • Sexologia

    Consulta especificamente dedicada aos diferentes problemas da sexualidade.

  • Toxicodependências

    A CSSC estabeleceu um protocolo com a Comunidade Terapêutica – Cleanic, para tratamento deste importante problema, tanto na fase de desintoxicação, de acompanhamento em ambulatório ou em comunidade terapêutica.

    www.cleanic.pt

  • Terapia de casal e familiar

    Intervenção a nível do casal e da família, no caso em que há disfuncionalidade e conflito.

    Terapia de casal e familiar serve como espaço terapêutico protegido e monitorizado, onde todos podem expor e explicar os seus pontos de vista, com a ajuda de clínicos que são neutros e estão emocionalmente afastados das dinâmica do casal e da família, permitindo assim uma análise mais racional e objetiva, na procura de soluções.

  • Psicodiagnóstico

    Uso de testes psicométricos para esclarecimento ou confirmação e caraterização de diferentes patologias neuropsiquiátricas.

  • Avaliação neurocognitiva

    Uso de testes psicométricos para caraterização de diferentes patologias neuropsiquiátricas. É o primeiro passo para intervenções de reabilitação (usualmente na esquizofrenia ou outras psicoses) ou de remediação (usualmente nos síndromes demenciais).

  • Intervenções de remediação e de reabilitação neuropsicológica

    Existem diversas patologias que afetam diferentes zonas cerebrais, sendo que estas passam a ter a sua funcionalidade afetada. Isso acontece de forma usualmente não progressiva em alguns pacientes com esquizofrenia e de forma inexorável e progressiva nos quadros demenciais.

    Em ambas as situações, após a correta avaliação da situação, nomeadamente através de uma avaliação neurocognitiva e de exames de imagem, é possível minorar e mesmo reverter algumas das limitações secundarias à doença.

    As intervenções de reabilitação – na esquizofrenia e outras psicoses, tentam recapacitar o cérebro de todas as suas funcionalidades, levando até ao limite do possível o seu potencial de regeneração e tratamento.

    Nas intervenção de remediação – nos síndromes demenciais, o objetivo principal é retardar a diminuição progressiva das capacidades do paciente alargando, tanto quanto possível, o período de tempo em que este mantem a sua autonomia e capacidades.

  • Intervenções de psicoeducação

    O conhecimento é fundamental para a nossa vida. Com ele conseguimos tomar as melhores decisões e encontrar soluções onde antes só víamos problemas.

    Sem ele perdemo-nos na ignorância, no medo e na angustia. Com ele combatemos o estigma, abrimos novos horizontes e encontramos o caminho que melhor se adapta ao nosso problema.

    A CSSC desenvolveu grupos de psicoeducação, relacionados com três importantes patologias:
    - Psicoeducação para familiares e pacientes portadores de psicose;
    - A esquizofrenia é uma doença que afecta, não só a pessoa portadora da doença,  como também  os elementos da família;
    - A psicoeducação tem como objectivo transmitir aos pacientes e seus familiares informações sobre a natureza e tratamento da esquizofrenia, promovendo conhecimentos teóricos e práticos, para que estes possam melhor compreender e lidar com este problema.

    10 Sessões semanais de 1h30min 

  • Psicoeducação para familiares e pacientes portadores de perturbação bipolar

     A doença bipolar afecta, não só a pessoa com o diagnóstico, mas também todos os elementos da família.

    A psicoeducação tem como objectivo transmitir aos pacientes e seus familiares informações sobre a natureza e tratamento da doença, promovendo conhecimentos teóricos e práticos para que estes possam melhor compreender e lidar com a doença.

    10 Sessões semanais de 1h30min

  • Programa de aconselhamento e apoio a cuidadores de doentes com demência

    Procura aqui respostas para as suas dúvidas. Sinta-se parte de um todo. Partilhe com outros cuidadores os seus problemas, medos e anseios.

    6 sessões semanais de 1h30min

    Com a colaboração da clinica de memória Dra. Belina Nunes

  • Consulta de hiperatividade e défice de atenção
  • Consulta de perturbação do comportamento alimentar
  • Programa de Educação Parental – Programa Anos incríveis

    Grupos para pais destinados a apoiá-los no desenvolvimento da sua relação com os filhos, nomeadamente no estabelecimento de regras e no controlo seu comportamental

  • Workshop de alimentação saudável

    Comer bem é uma arte! e, em grande medida, dela depende a nossa saúde física e mental.

    Fique mestre nesta arte com o nosso workshop de alimentação saudável.

    14 Sessões semanais de 1h30min 

    Temas a desenvolver:

    • Alimentação Saudável e a Nova Roda dos Alimentos
    • Variedade alimentar e nutricional
    • Construção de dias alimentares
    • Erros alimentares e alternativas promotoras de saúde
    • Definição de peso saudável, Índice de Massa Corporal e Perímetro da cintura
    • Desequilíbrios alimentares
    • Rotulagem alimentar
    • Preço da alimentação saudável
    • Culinária Saudável
    • Alimentação vegetariana
    • Alimentação, Exercício Físico e Equilíbrio Energético
    • Densidade energética dos alimentos

    2 Sessões práticas – Culinária Saudável

    Com a colaboração da Dra. Sara Lopes de Sousa

  • Life Coaching

    O coaching consiste num processo motivador, de definição de objectivos e de planos de acção.
    O Life Coaching é um processo de acompanhamento contínuo, orientado para a acção, que visa melhorar resultados e comportamentos, tendo como objectivo, trazer para o desempenho diário o melhor das pessoas.

    O processo de coaching constitui um relacionamento de parceria, de influência mútua, numa dinâmica de mudança facilitadora da definição e alcance de objectivos próprios. Conduz ao êxito, à autonomia e à auto-realização.
    Neste processo, o papel do coach é o de proporcionar ao cliente uma estrutura de apoio e de feedback. O coach ajuda o cliente a definir e a atingir os seus objectivos pessoais e profissionais com uma rapidez e facilidade que seriam pouco prováveis de outra forma.

    O papel do coach é de facilitador. O coach não ensina, facilita a obtenção ou reforço de auto-estima e de performance do seu coachee.
    O papel do cliente (coachee) é de receptividade ao processo de coaching e papel activo na construção e desenvolvimento das suas próprias competências.

    O cliente define e concretiza os seus objectivos com o apoio do coach e este transforma as actividades do cliente em situações de aprendizagem, com vista a melhorar a sua auto eficácia, o seu desempenho, a sua empregabilidade, e o desenvolvimento das suas potencialidades.

  • Psiquiatria e psicologia forense

    Articulando os conhecimentos da medicina e da psicologia com o direito, este Serviço propicia o estudo de ofensores e vítimas no âmbito, nomeadamente:

    - Avaliação da imputabilidade
    - Avaliação da perigosidade
    - Avaliação da capacidade de o indivíduo reger a sua pessoa e bens
    - Avaliação da capacidade profissional
    - Avaliação da capacidade de custódia parenteral
    - Avaliação do estado psíquico de uma vítima
    - Avaliação da capacidade ou fiabilidade de um testemunho
    - Mediação de conflitos no divórcio (regulação das responsabilidades parentais e de outras questões familiares (ex.: partilhas); mediação de outros tipos de conflito. Saiba mais

  • Consulta de mediação

    A consulta de mediação da CSSC disponibiliza Serviços Específicos de Mediação Familiar, Serviços de Mediação de conflitos na Escola (entre alunos, entre pais e professores) e entre cidadãos (por exemplo, entre vizinhos).

    O que é a mediação e como funciona
    A MEDIAÇÃO é um meio de resolução de litígios/ conflitos, alternativo aos tribunais e ao sistema judicial.
    Através da MEDIAÇÃO, os conflitos são resolvidos fora dos tribunais, de modo amigável.
    A MEDIAÇÃO tem carácter VOLUNTÁRIO e CONFIDENCIAL e assenta no pressuposto que a melhor solução é aquela que é construída e encontrada pelas partes em conflito, em vez de imposta pelo Tribunal.
    Os ACORDOS obtidos pelas partes em processo de mediação podem ser levados a sede judicial e HOMOLOGADOS PELO JUIZ.
    Para processos que já tenham dado entrada em Tribunal, poderá ser feita a suspensão voluntária da instância e ser iniciado um processo de mediação.
    O conteúdo das sessões de MEDIAÇÃO não pode ser divulgado nem utilizado como prova em Tribunal.
    Na MEDIAÇÃO os cidadãos que apresentam um conflito, são auxiliados por um TERCEIRO IMPARCIAL E NEUTRO, que promove o diálogo, o mediador.
    O Mediador tem de ter FORMAÇÃO ESPECIALIZADA e certificada, trabalha segundo um código deontológico próprio de observância obrigatória.
    O MEDIADOR guia as partes, estabelece um enquadramento comunicacional que possibilita o apaziguamento do ambiente, o restabelecimento da qualidade relacional, e possibilita o estabelecimento do diálogo necessário para que as partes possam encontrar, por si mesmas, a base do acordo que resolva o litígio que as opõe.
    No final dum processo de mediação bem-sucedido é estabelecido um acordo.

    Vantagens da mediação
    Todos aqueles que participam num processo de mediação fazem aprendizagens de comunicação, assertividade e de desenvolvimento pessoal, que poderão utilizar no futuro e noutros contextos.

    As vantagens da mediação relativamente aos tribunais
    + CELERIDADE: Em média um processo de mediação dura entre DOIS A TRÊS MESES.
    5
    + CUSTO: Muito MENOR que o custo de um processo judicial que envolve sempre as despesas com um advogado e as custas do processo. Acresce que as despesas são PREVISIVEIS, à data de início do processo de mediação. Ao contrário do que acontece com o sistema judicial.
    + ACORDO E SEU CUMPRIMENTO: Os ACORDOS obtidos em mediação têm maior garantia de cumprimento pelas partes pelo facto de terem sido construídos por elas e terem sido ajustadas às necessidades específicas de cada caso particular.

    Vantagens na situações de divórcio e separação
    Nestes casos o processo de mediação contribui:
    + Para um melhor ajustamento dos pais e dos filhos à nova etapa do ciclo de vida da família.
    + Previne a depressão e a ansiedade e pode contribuir para a diminuição do uso de medicação;
    + Contribui para a estabilização ou melhoria do desempenho escolar dos menores e a prevenção das alterações do comportamento;
    + Previne os conflitos futuros e a rutura definitiva das relações familiares;

    COMO PROCEDER PARA UTILIZAR ESTE RECURSO?
    Agende na CSSC uma pré-sessão de mediação onde será informado acerca do processo de Mediação. Ou contacte-nos por mail: Sónia Gonçalves – psisgoncalves@gmail.com

PARA MAIS INFORMAÇÕES E MARCAÇÃO, PFV CONTATAR A CSSC